Utilização da Comunicação e da Informação mediada tecnologicamente em ecologias Web pelo cidadão sénior

Balanço do primeiro semes...

Agenda

Desenho metodológico

Desenho metodológico

Projecto de Dissertação (...

Seminário (act 6)

Projecto de Dissertação (...

Projecto "Tempo para Dar...

Índice Provisório Comp. T...

Seminário (actividade 3)

Projecto de Dissertação (...

Seminário (actividade 2)

Seminário (actividade 1)

A agenda...

Projecto de Dissertação (...

Instituto de Estudos sobr...

Dia Internacional do Idos...

A agenda...

Apresentação do Projecto ...

O blog

arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009
Desenho metodológico

 

Com o objectivo de avaliar os efeitos emocionais provocados pelo uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação no Cidadão Sénior, vamos aplicar as TIC a um grupo de seniores, grupo focal, e, paralelamente, uma actividade sem uso das TIC (por definir) a outro grupo, grupo de controlo. Especificamente, o intuito consiste em analisar se a utilização das TIC, em comparação com a actividade, pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida e auto-conceito do nosso público-alvo.
A importância que imprimimos ao auto-conceito e qualidade de vida deve-se ao facto de serem conceitos que têm merecido o apelo da Comissão Europeia (2006, online) à realização de investigações que procurem tornar as TIC em ferramentas de inclusão social e de apoio à saúde, bem-estar e mobilidade, em particular do cidadão sénior.

A selecção da amostra será feita depois do convite aos Lares e Centros de Terceira Idade do concelho de Aveiro e posterior resposta obtida. Com o auxílio de um questionário de selecção, faremos a “triagem” dos indivíduos que já utilizaram as TIC, estes serão os sujeitos que interessam para o nosso estudo. Simultaneamente, o questionário servirá também para fazer a caracterização da amostra:

 Nome |sexo | idade | e-mail | Escolaridade | Profissão | Tem computador  | usa | tem acesso à internet | onde | sabe navegar |que aplicativos que conhece | sente-se digitalmente excluído

Assim sendo, definimos o auto-conceito e a qualidade de vida como as variáveis dependentes e a utilização das TIC e a actividade como as variáveis independentes. Os grupos submetidos às variáveis independentes serão constituídos por distribuição aleatória dos sujeitos, a fim de conseguir grupos homogéneos nas várias dimensões, refira-se às características sócio-demográficas, às variáveis organísmicas e aos atributos pessoais.
Ambos os grupos, antes e depois de executarem as actividades, serão sujeitos a pré e pós-testes. Ser-lhe-ão aplicados o Inventário Clínico de Vaz-Serra, para avaliar o auto-conceito, e o Questionário de WHOQOL-Bref para estudar a qualidade de vida.

De referir que para utilização das TIC deverá ser feita pelo menos duas vezes por semana e deverá ser criado um contexto de uso (por definir). 

Com o objectivo de avaliar se o blog e o e-mail são ferramentas adaptadas ao cidadão sénior iremos fazer a avaliação heurística a partir das recomendações de Nielson. Esta avaliação não requer o envolvimento do público-alvo e o objectivo da sua realização é a identificação de problemas de usabilidade dos ambientes virtuais.

Posteriormente, faremos o teste de usabilidade, isto é, com a participação do grupo focal na realização de uma tarefa proposta pelo investigador aplicaremos o Modelo Preditivo GOMS (Goals, Operators, Methods, Selection) para avaliar a interacção pessoa-sistema através da estimativa de tempos de interacção. Para isso, 
faremos o rastreamento de todos os movimentos do mouse com a utilização o software Quick Screen Recorder. Através desse método conseguiremos verificar o tempo e o caminho percorrido pelos usuários na realização das tarefas, tarefas essas planeadas de acordo com os problemas de usabilidade identificados na avaliação heurística. De referir que, para conseguirmos a máxima eficácia na realização deste exercício, iremos elaborar um guião semi-estruturado, com margem para podermos fazer perguntas e perceber as dificuldades encontradas pelo sénior e possíveis soluções a adoptar, e fazer o registo audiovisual.

Participantes

 

A amostra que vai fazer parte deste estudo será composta por cidadãos seniores, com idade igual ou superior a 65 anos e que já tiverem usado qualquer tipo de ferramenta Web. A selecção dos participantes será feita após o contacto formal com as Instituições e Lares de Terceira Idade do Concelho de Aveiro, via carta, e posterior contacto pessoal.




todas as tags

Links de Interesse

http://web.mit.edu/agelab/

http://www.seniornet.com.au/

http://www.seniornet.org/jsnet/

http://www.crm.mb.ca/crm/crcc/index.html

 

 

subscrever feeds